.posts recentes

. odio

. Há palavras que nos beija...

. Tristeza

. Pra ti.....

. Gritei

. Há dias...

. amor

. Folhas da Amizade

. Alma gemea

. Um Amor Com Fim Anunciado

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

odio

Ódio por ele? Não... Se o amei tanto,
Se tanto bem lhe quis no meu passado,
Se o encontrei depois de o ter sonhado,
Se à vida assim roubei todo o encanto...

Que importa se mentiu? E se hoje o pranto
Turva o meu triste olhar, marmorizado,
Olhar de monja, trágico, gelado
Como um soturno e enorme Campo Santo!

Ah! Nunca mais amá-lo é já bastante!
Quero senti-lo doutra, bem distante,
Como se fora meu, calma e serena!

Ódio seria em mim saudade infinda,
Mágoa de o ter perdido, amor ainda.

Ódio por ele? Não... não vale a pena.

sinto-me:

publicado por butterflydanoite às 03:03

link do post | comentar | favorito
|

Há palavras que nos beijam

Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca,
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.

Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto,
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.

De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas, inesperadas
Como a poesia ou o amor.

(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído,
No papel abandonado)

Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte.

sinto-me:

publicado por butterflydanoite às 02:54

link do post | comentar | favorito
|

Tristeza

Hoje choro a minha tristeza, a minha dor e os meus sonhos perdidos. Hoje choro por um amor que pensava ser verdadeiro e eterno mas que só o foi por uns momentos. Momentos onde se criou sonhos, planos e uma vida...Momentos de riso e choro que agora se tornaram em dor. Choro porque ainda o amo mas a vida é uma simples sombra que passa ... é uma história contada por um idiota, cheia de ruído e de furor e que nada significa. A mágoa altera as estações e as horas de repouso, fazendo da noite dia e do dia noite. Hoje choro para que amanha possa sorrir. Se fiz alguma coisa boa em toda a minha vida, dela não me arrependo porque foi feita por amor

sinto-me:

publicado por butterflydanoite às 02:43

link do post | comentar | favorito
|

Pra ti.....

Sentimento de tormenta que afoga o meu olhar...
Procuro-te, perdi-te, será que te voltarei a encontrar??
Fica a dor e a mágoa das decepções...
Perdi-te, desapareces-te na tua nuvem...
Em mim fica a dor da saudade...
Do verdadeiro amor em que a chama se apagou com mágoa...
Volta...e leva-me a magoa amarga...
volta...volta...espero-te pela noite dentro...
Resgata-me dos meus pesadelos e dos meus medos...
Rouba-me o coração da dor que o atormenta...
Volta...espero-te...

sinto-me:

publicado por butterflydanoite às 02:33

link do post | comentar | favorito
|

Gritei

Gritei...mas não me ouviste...
chorei...mas não me limpas-te as lágrimas que me queimaram a cara...
desiludi-me...mas tu não te importas-te...
Sufoquei de dor...mas tu não me aconchegas-te...
Pedi a tua mão...mas viras-te-me as costas...
pedi o teu calor...mas recebi a tua frieza...
tentei ser compreendida...mas tu não me entendes-te...
sinto-me só...íncompreendida e afogada na minha mágoa...

sinto-me:

publicado por butterflydanoite às 02:32

link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 23 de Novembro de 2008

Há dias...

Há dias que odeio cada palavra,

Há dias que odeio cada gota de água.

Há dias... há dias que apenas existe mágoa...

 

Nestes dias odeio os meus poemas,

Nestes dias, nem existo

Sou uma sombra envolta nas brumas...

 

E não digo nada

Por muito que queira gritar

Não faço nada,

Por muito que queira chorar

 

Fecho os olhos e fico no meu silencio

Há espera que me surja uma solução

Também porque de ver já estou farta

Também porque me doi o coração

Também porque ...sim...

 

E quero ter esperança, ver a saida

Mas... Não há... e volto a estár perdida...

sinto-me:

publicado por butterflydanoite às 17:43

link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

amor

 

Fui ver o pôr-do-sol
As ondas do mar
Fui e encontrei
Em cores de arco-íris
Com que sonhei
O teu amor.
Fui e encontrei
A tua vida.
 Era noite
Olhei teu manto
De virgem
De natureza pura
E a única loucura
Que encontrei
Foi o luar
Que te beijava com ternura.

publicado por butterflydanoite às 01:12

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008

Folhas da Amizade

Existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples
fato de terem cruzado o nosso caminho.
Algumas percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas
passarem, mas outras vemos apenas entre um passo e
outro. A todas elas chamamos de amigo.

Há muitos tipos de amigos.

 

 

 Talvez cada folha de uma árvore caracterize um deles.
O primeiro que nasce do broto é o amigo pai e o
 amigo mãe. Mostram o que é ter vida.

Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso
espaço para que ele floresça como nós.

Passamos a conhecer toda a família de folhas, a qual

respeitamos e desejamos o bem.
Mas o destino nos apresenta outros amigos, os quais
não sabíamos que iam cruzar os nossos caminhos.
 Muitos desses denominamos amigos do peito, do coração.
São sinceros, verdadeiros; sabem quando não

estamos bem, sabem o que nos faz feliz...
 
 
 
As vezes, um desses amigos do peito estala o nosso
coração e então é chamado de amigo namorado.
Este dá brilho aos nossos olhos, música aos nossos lábios,
pulos aos nossos pés.
 
 
 
 
 
Mas também há aqueles amigos por um tempo, talvez
umas férias ou mesmo um dia ou uma hora.
 Estes costumam colocar muitos sorrisos na nossa face,
durante o tempo que estamos por perto.
 
Falando em perto, não podemos esquecer dos amigos
distantes. Aqueles que ficam nas pontas dos galhos,
mas que quando o vento sopra, sempre aparecem
novamente entre uma folha e outra.
 
 
 
 
O tempo passa, o verão se vai, o outono se aproxima,
e perdem algumas de nossas folhas.
Algumas nascem num outro verão e outras permanecem

por muitas estações. Mas o que nos deixa mais feliz é
que as que caíram continuam por perto, continuam
alimentando a nossa raiz com alegria.
Lembranças de
momentos maravilhosos
enquanto cruzavam o nosso
caminho.
 
Desejo a todos vocês, folhas da minha árvore,
Paz, Amor, Saúde, Sucesso, Prosperidade...
Hoje e Sempre...

Simplesmente porque:
"Cada pessoa que passa em nossa

vida é única. Sempre deixa um pouco de si
e leva um pouco de nós.

Há os que levaram muito,
mas não há os que não deixaram nada.
Esta é a maior responsabilidade
de nossa vida ...
E é a prova quase evidente de que

duas almas não se encontram por acaso.

 

 
 
 
 

publicado por butterflydanoite às 19:42

link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 5 de Setembro de 2008

Alma gemea

“Alma
gémea de minha’lma…
flor de luz de minha vida….
Sublime estrela caída…
das belezas da amplidão
Quando eu errava no mundo…
triste e só, no meu caminho,
Chegaste, devagarinho,
E encheste-me o coração….
Vinhas na bênção das flores
Da divina claridade,
Tecer-me a felicidade
Em sorrisos de esplendor!!!
És meu tesouro infinito,
Juro-te eterna aliança,
Porque sou tua esperança,
Como és todo meu amor!
Alma gémea de minha’lma,
Se eu te perder algum dia…
Serei tua escura agonia,
Da saudade nos seus véus…
Se um dia me abandonares,
Luz terna dos meus amores,
Hei de esperar-te, entre as flores
Da claridade dos céus.”

publicado por butterflydanoite às 18:21

link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 4 de Setembro de 2008

Um Amor Com Fim Anunciado

Por norma, uma relação com muito tempo, indica que o casal esta entrosado. Mas nem sempre é assim, muitos começam a entrar em rotina, isso é o sinal que o fim está próximo.
Mas comecemos pelo início, como qualquer pessoa procuramos alguém para partilhar a nossa vida, por vezes temos a sorte de encontrar quem nos faça feliz, no entanto nem todos somos bafejados pela sorte, mas também não podemos desistir, temos que continuar a vida para a frente, a nossa cara-metade irá aparecer.
Uma troca de olhares que nos faz as pernas tremer como varas, um sorriso maroto que nos leva a lua, um gesto de carinho que nos deixa sem reacção ou mesmo um " gosto de ti" "és muito especial" que nos deixa sem resposta. O começo de uma relação é sempre diferente, ninguém é igual a ninguém por isso é sempre único, e é isso que nos faz sempre pensar que vai ser eterno.
Quem nunca fez juras de amor ao luar? Quantas declarações de amor receberam ou fizeram? A verdade é que fazemos tudo para conquistar a pessoa de que gostamos! Começamos a pensar no futuro, e a fazer planos.
De certo todos nós lembramos dos primeiros beijos, das primeiras noites passadas juntos, ou mesmo os primeiros jantares românticos. Tudo isto faz parte das melhores recordações que guardamos das relações que vivemos.
Com o começo de uma nova relação tudo se transforma em momentos intensos carregados de sentimentos, tais como amor, paixão, desejo, fazendo com que tudo seja vivido a flor da pele e que a pessoa não nos saia da cabeça...só pensamos nela, só queremos estar com ela, vivemos em função desse ser que nos enfeitiça a cada dia que passa. Tudo se torna cor-de-rosa, tudo é perfeito demais. Mas como tudo na vida, com o passar do tempo, o fogo da paixão abranda, tudo acalma e entramos na rotina. O que dantes era "amorzinho isto chuchuzinho aquilo" passa a nome próprio e de vez em quando usa-se o "mor". Assim com a dita rotina estabelecida, por vezes começamos a colocar outros valores e outras coisas acima do amor e da relação, o que pode levar a ruptura,de um relacionamento, que por vezes poderia ser até então, estável. Para perceberem melhor esta situação, vamos por a imaginação a trabalhar... Imaginem amiguinhos que namoram com alguém já há bastante tempo (anos) e gostam muito dessa pessoa e até já há planos para o futuro. E de um momento para o outro sem saber bem porquê, são trocados pelo trabalho! Sim pelo trabalho, e durante três semanas (ou mais) não lhe põem a vista em cima. E quando perguntamos o motivo pela qual nos trocou, a resposta é curta e seca "muito trabalho". Mas agora digam-me, para quê trabalhar noite e dia? Para ficarmos sozinhos? Para podermos comprar tudo menos a felicidade? Meus caros amigos um concelho, não façam isso, dispensem sempre uns minutinhos grandes para estarem com a pessoa de que gostam, nem que seja um café ou ir comer um gelado, isso é importante, estar e ver a pessoa que gostamos. Mas não é só esta situação que leva ao fim das relações, mas sim uma cadeia de acontecimentos. A distância, a falta de afecto, ou mesmo a ausência por parte da outra pessoa em saber se estamos ou não bem! Por vezes também para termos uma vida melhor, tomamos decisões radicais e precisamos de ser apoiados, por quem gosta de nós, quer concorde ou não. Mas para perceberem  do que eu estou a falar, volto a pedir que façam comigo um exercício de imaginação, Imaginemos que decidimos fazer um curso fora da área que residimos, e lá vamos nós para um sítio novo, onde não conhecemos ninguém, onde sentimos a falta da pessoa de quem gostamos, da família e dos amigos. Não sei se sabem mas isto tudo, deixa qualquer pessoa frágil, e com o passar do tempo as saudades de tudo e de todos afectam cada vez mais, e como não temos a possibilidade de ir a casa, por vezes com a falta de tudo isto, adoecemos! A família apoia e os amigos também, ligam quase todos os dias para saberem como estamos, mas a nossa cara-metade... Nem sinal! Agora invertemos a situação, em vez de sermos nós a ir... Era o/a nosso/a namorado/a, e nos ficamos... O que fariam se a pessoa de que gostam ficasse doente? Pensem depois digam -me...Por agora só posso dar a minha opinião, e dizer o que eu faria, alguns de vós já sabem que eu ia ter com o meu amor, nem que para isso tivesse que viajar para o outro lado do mundo, largava o trabalho e ia sem olhar para trás, ele precisava de mim, do meu amor do meu carinho da minha atenção... De todo o afecto! Namorar não é só beijinhos, andar de mão dada, e fazer amor...namorar é a preparação para uma vida a dois,é a partilha de sentimentos, e quando um esta mal, o outro também está, por isso há que estar com ele e ajudar e acarinhar. Eu penso assim, desde já peço desculpa se ao dizer o que penso ofendi alguém. Mas decerto caros amigos muitas pessoas não pensam assim como eu...deixando as pessoas que gostam, sozinhas, frágeis e tristes... E quando a pessoa volta a casa, nem 5 minutos tem para falar...Mas que relação é essa?  Mas que amor é esse? Não entendo... Mas que isto acontece acontece , alias acontece vezes demais. E quando finalmente conseguimos falar com essa pessoa (que se torna mais difícil que falar com o presidente da republica) levamos com uma desculpa do género: " não tive tempo, ando com muito trabalho, já sabes disso"! BOLAS tipo estivemos meses fora e levamos com uma resposta dessas... Por mais amor que tenhamos por dessa pessoa, e sabendo que vamos sofrer, a relação chegou ao fim, não temos outra opção se não terminar.  E ao terminar ainda levamos com umas respostas ainda melhores : "tens outra pessoa lá" ou "usaste-me" ou "Perdi não sei quando tempo da minha vida ctg para no fim levar com os pés" ou a minha preferida " vou ficar para tio/a.... Estou velho/a e ninguém me quer" entre outras! Depois do fim da relação, muitas pessoas ficam amigas, outras nem por isso. Mas por norma, cada um segue o seu caminho em busca da felicidade, Mas há sempre alguém que não o faz, vive obcecada pelo passado, não aceitando que a relação terminou, não deixam a outra pessoa em paz, fazendo um pouco de chantagem quer psicológica quer emocional, e por vezes evolvendo outras pessoas. Eu pessoalmente acho que o melhor nestas situações é seguir em frente. Amiguinhos nunca desçam tão baixo, em vez de aproximar, estão a afastar ainda mais a pessoa de vocês, e como dizia o meu avô " o que é nosso, ou que tem que ser nosso, vem nos bater há mão, seja como for". Vivam a vida... Eu sei que não se deixa de amar de um dia pró outro, eu própria já passei por isso, mas procurem um anjinho que vos ajude a superar tudo e que vos ajude a recuperar o sorriso. E não façam cenas tristes, nem chantagens emocionais com pessoas que foram importantes na vossa vida. Guardem os melhores momentos numa caixinha no vosso coração e depois é seguir em frente... Consumir a vida que ela tem prazo de validade...
Para terminar espero que este texto seja útil a alguém, que todas as pessoas encontrem a sua cara-metade e o seu anjinho da guarda. Quero também referir que este texto foi escrito por mim, se eventualmente alguém passou por o mesmo que foi descrito neste texto, é mera coincidência!

 

P.S. Este texto é dedicado a ti, tu sabes porque, e a outra pessoa que eu sei que vai o ler...espero que lhe seja útil


publicado por butterflydanoite às 21:17

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

24
25
27
28
29

30


.tags

. todas as tags

.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds